terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Tatuagem de hena provoca queimaduras graves



Madison Gulliver, 7, viajava com os pais Martin e Sylvia Gulliver, e seu irmão Sebastian, 9, quando sua mãe adoeceu devido a uma infecção da vesícula biliar, no Egito.

A família perdeu dois dias de viagem por causa do incidente e para recompensar os filhos pela paciência, os pais pagaram tatuagens de hena, feitas pelo hotel, que estavam hospedados.


Quando a mãe voltou para casa, a pele com a tatuagem temporária de sua filha desenvolveu várias bolhas.



Os pais se desesperaram e especialistas do hospital conseguiram diagnosticá-la com queimaduras químicas.

Em depoimento os pais revelaram que as cicatrizes deixadas pela tatuagem de hena ficarão por pelo menos dois anos e alertam outros pais do perigo de tatuagens temporárias.




Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...