quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Seis pessoas entre 62 e 85 anos foram presas por “atividade sexual” em mata após operação de vigilância policial

 

Seis pessoas entre 62 e 85 anos foram presas depois que policiais entraram na mata para observá-los fazendo sexo.

O grupo foi preso em uma área de conservação em Fairfield, Connecticut, que tem cerca de 87 acres de área.

Segundo a agência de notícias Associated Press, a polícia disse ter encontrado postagens de publicidade online da reserva ambiental Grace Richardson como um lugar para se encontrar e fazer sexo.
Os seis agora enfrentam acusações, incluindo indecência pública e quebra da paz. Eles foram libertados depois de prometerem comparecer no tribunal.

Um membro do grupo já havia sido encontrado andando nu em público, informou o CT Post.

A área de conservação é delimitada de um lado por uma estrada chamada Congress Street.

The group was caught in the Grace Richardson conservation area in Fairfield

Uma mulher de 85 anos e cinco homens, com idades de 62 anos a 82 anos, foram presos em uma área de conservação ambiental em Fairfield (Connecticut, EUA) após serem flagrados fazendo sexo grupal.

Os homens foram identificados, de acordo com a Fox, como Daniel Dobbins, de 67 anos, Otto D. Williams, de 62, Charles L. Ardito, de 75, John Linartz, de 62 e Richard Butler, de 82. A mulher é Joyce Butler, esposa de Richard.

Nenhum comentário: