sexta-feira, 1 de maio de 2020

Falso médico engana paciente pela web e faz com que ela se exiba para 'exame ginecológico'



Uma mulher da cidade de Kaluga (Rússia) tentou marcar uma consulta com um ginecologista em um hospital local, mas não conseguiu ser atendida por causa da quarentena do coronavírus, que veta consultas não essenciais. Maria, como ela foi identificada, tentou pedir ajuda em um fórum online, contou reportagem da NTV.

Pouco depois, um homem que se identificou como o ginecologista Arnold Karapetyan apareceu oferecendo ajuda, cobrando o equivalente a cerca de R$ 200 reais pela consulta a distância. Ele disse que poderia consultar Maria, que reclamava de recorrente coceira, pela internet. Inicialmente, Arnold afirmou que a paciente devia estar com quadro de herpes genital. Mas acrescentou que, para um exame mais detalhado, Maria precisaria gravar um vídeo exibindo a vagina, na posição habitual de consultório. Maria resolveu dar uma olhada no site do médico. Aparentemente, achou ela, está tudo certo. Ela, então, atendeu ao pedido.

A gravação feita com o Smartphone de Maria e transmitida a Arnold durou 40 minutos. Ao fim, o falso médico se revelou, dizendo que todas as imagens estavam gravadas. Ele exigiu R$ 15 mil para não pôr na web o vídeo da “consulta”.

“O tempo está correndo”, ameaçou ele.

Maria procurou imediatamente um advogado, que descobriu que o golpista havia usado o nome e a foto de um médico real. A polícia entrou no caso.


Fonte:https://portalbeiradao.com.br/arquivos/12599
“Estou tão envergonhada de ter acreditado”, disse Maria à NTV.

Nenhum comentário:

Postar um comentário