quinta-feira, 6 de agosto de 2020

Egípcia é condenada a três anos de prisão por 'incitar a devassidão e provocar instintos' com vídeos no TikTok




Uma egípcia foi condenada nesta semana a três anos de prisão por "incitar a devassidão e a imoralidade e provocar instintos" com vídeos postados na rede TikTok. Manar Samy costumava postar vídeos nos quais canta em playback e dança músicas pop, entre outras situações, atraindo milhares de seguidores. 

Autoridades, entretanto, não curtiram a exposição da jovem e a prenderam no início do mês.
Nas imagens, Manar não aparece nua ou seminua, mas com roupas mais justas, diferente das vestimentas usadas pela maioria da egípcias. 

@samaimanar

كمالو للآخر 🤗😂😂😂😂😂 الساحل بقا

♬ الصوت الأصلي - samaimanar
@samaimanar

هلا والله 😂😂😂

♬ Original Sound - Unknown

De acordo com o "Yahoo! News", a Promotoria classificou o material de Manar como "ofensivo à decência pública" e com o objetivo de "promover a prostituição". 

Além da pena de prisão, a egípcia terá que pagar multa equivalente a R$ 67,5 mil. 

Nos últimos meses o governo egípcio tem feito campanha contra usuárias do TikTok. Seis delas - incluindo Manar - foram presas por "comportamento inapropriado"

Fonte:https://extra.globo.com/noticias/page-not-found/egipcia-condenada-tres-anos-de-prisao-por-incitar-devassidao-provocar-instintos-com-videos-no-tiktok-24558417.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário